Seus projetos ágeis estão em dia?

Projetos. Com certeza esse é um dos temas que mais geram reuniões e comitês internos nas empresas. 

Independente do segmento, as companhias precisam acompanhar as evoluções tecnológicas e, muitos setores, como o financeiro, por exemplo, são responsáveis por ditar inovações, transformando mercados, economias e nações. 

A inovação nunca para 

E você já sabe disso há bastante tempo. Segundo pesquisa realizada pelo IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) sobre o avanço da tecnologia, mais de 50% das pessoas que foram entrevistadas afirmaram que foi preciso adotar o cloud computing durante a pandemia da Covid-19. No mundo, 52% dos entrevistados precisaram agilizar os projetos de Machine Learning e AI (Artificial Intelligence) e ainda, 51% dos que responderam à pesquisa contaram que já adotaram a tecnologia de dados em 5G. 

E para cada necessidade de inovar, um projeto é criado. Squads são montados e times são mobilizados para analisar e desenhar a melhor solução. Tudo precisa ser muito bem pensado, estudado, documentado, controlado e implantado. Demanda conhecimento, investimento financeiro e tempo – mas os prazos são sempre apertados. 

metodologias ágeis em projetos de TI é uma das especialidades da SysMap

Agilidade na gestão dos projetos 

As metodologias ágeis ganharam força nas áreas de TI e, atualmente, é cada vez mais raro conceber um projeto em cascata, que costuma deixar o desenvolvimento preso a requisitos que, no final, podem acabar desatualizados e incompatíveis com as reais necessidades. 

O ágil (do inglês agile) está na crista da onda nos projetos e a metodologia funciona muito bem em TI, garantindo entregas de alta qualidade e em prazos menores. Com a organização das demandas em sprints curtas, o ágil permite uma visão 360º do projeto e, com isso, falhas e erros podem ser identificados e corrigidos mais rapidamente.  

Há muito ganho nos projetos ágeis quando se associa, por exemplo, Scrum com MVPTrabalhar com MVP (Minimum Viable Product) permite que o que está sendo desenvolvido seja testado antes de um grande investimento. Isso porque a proposta é que o produto (ou sistema) seja avaliado do ponto de vista da viabilidade e, geralmente, conta com a participação dos usuários finais para garantir a usabilidade e verificar se as funcionalidades de fato atendem à necessidade. 

E como fica a gestão ágil com as equipes remotas? 

A metodologia ágil é excelente e, como já dissemos, traz grandes ganhos para a condução de projetos de desenvolvimento, mas é importante trazer à tona uma discussão: como fazer a gestão desses projetos com equipes trabalhando remotamente? 

Bem, esse é um dos grandes desafios desses últimos tempos. A gestão de equipe no trabalho remoto (ou com profissionais distribuídos em diversas localidades) requer a quebra de muitos paradigmas e uma excelente relação de confiança entre os times.  

Independente da metodologia adotada, cabe ao gestor acompanhar de perto todo o ciclo de vida do projeto. É preciso garantir que tudo corra dentro do prazo acordado, que a produtividade siga o ritmo esperado e que os profissionais consigam realizar seu trabalho à distância com a mesma qualidade de quando trabalhavam num mesmo espaço físico. 

Apesar de a metodologia ágil incentivar a autogestão das equipes, é importante que o Scrum Master, por exemplo, mantenha um acompanhamento remoto próximo, o que, por vezes, pode ser complexo e até mesmo desgastante, principalmente quando existem várias demandas sendo conduzidas simultaneamente. As várias reuniões ao longo do dia, somadas ao grande volume de atividades rotineiras podem tornar a gestão de um projeto desafiadora. 

Mas dá pra melhorar, e muito, esse cenário. 

Indicadores são a chave de uma boa gestão 

É preciso determinar KPI’s e estar atento a sua evolução, afinal todo projeto de TI causa impacto para a companhia e para o negócio. Muita coisa pode estar em jogo se algo sair errado. 

Na hora de otimizar a gestão através da análise de indicadores é importante conseguir as informações corretas, de várias fontes diferentes e de forma rápida.  

Se você está se perguntando quais indicadores deve monitorar para garantir a qualidade e segurança das entregas, a resposta é que tudo depende do projeto e da equipe que está atuando. É altamente recomendável receber informações sobre a produtividade do projeto e estipular as metas a serem cumpridas para certificar que as entregas aconteçam dentro do previsto, mitigando os riscos para o negócio. 

indicadores de performance e produtividade. KPIs para metodologia ágil com o Remotfy

É aconselhável, por exemplo, analisar os projetos como um todo e garantir meios para que os Scrum Masters consigam fazer análises mais detalhadas das sprints e da produtividade dos times. Com essas informações, cada gestor consegue entender melhor o andamento do seu projeto e identificar desvios rapidamente.  

Como gerar indicadores relevantes na gestão de projetos? 

Há várias formas de gerar indicadores de resultados e o segredo é cruzar o máximo de informações possíveis para construir cenários reais. Em desenvolvimentos menores e pouco complexos, é possível que seus times façam a gestão de forma manual, com ajuda de planilhas, montando um banco de dados simples no qual os profissionais poderão imputar as informações necessárias, permitindo a geração de alguns relatórios úteis. 

Contudo, em projetos mais robustos, com vários profissionais trabalhando em diversas ferramentas, esse trabalho se torna ainda mais necessário. Um cenário bastante comum é que times de desenvolvimento controlem as tarefas no Jira, versionem códigos no Git, testem aplicações em homologação, analisem logs de aplicações e realizem reuniões virtuais no Teams, Zoom ou qualquer outra plataforma.  

Agora uma pergunta muito simples: quanto tempo os profissionais gastam em cada uma dessas atividades? 

Muitas dessas informações são voláteis e, se não forem coletadas, acabam sendo perdidas. Com isso, a análise dos indicadores de performance pode se tornar muito superficial e os resultados apresentados tendem a não refletir o cenário real de um projeto, tornando a gestão mais difícil e menos produtiva. 

seus-projetos-ageis-estao-em-dia-sysmap-remotfy-arte3Ativo 28@2x

Veja bem, não se trata, por exemplo, de espionar o que cada profissional de uma equipe está fazendo, pelo contrário. Quando informações de uso de aplicações passam a ser tratadas e cruzadas com dados das plataformas utilizadas no dia a dia do projeto, os indicadores disponíveis são muito mais eficientes e mostram uma fotografia bem mais realista da saúde do projeto. Dessa forma, gestores passam a trabalhar com mais segurança e visibilidade quanto ao andamento de cada entrega. 

Assim fica mais fácil garantir o cumprimento dos prazos, não é? 

 

Você precisa de um cockpit para construção de dashboards 

Ok, você já entendeu que sem indicadores de qualidade e alta confiabilidade a gestão de projetos, principalmente em times remotos, pode ficar bastante prejudicada, e isso pode acabar desdobrando em uma série de problemas dentro da companhia.  

Então, qual a solução? Existem sistemas com alta inteligência capazes de receber e tratar informações de vários softwares de mercado (Trello, Jira, Salesforce, SAP, Mural, Miro, Google Suite, Microsoft Office, Sharepoint, Git e muitos outros) e até mesmo extrair dados de uso do equipamento de cada desenvolvedor para compor um data lake completo, permitindo a geração de relatórios em tempo real.  

Você pode imaginar como ter informações sobre todas essas aplicações combinadas com dados gerais dos projetos, metas e objetivos pode trazer mais clareza das operações como um todo? 

Com uma plataforma de gestão de performance e produtividade, um cockpit para construção de dashboards customizáveis, é possível oferecer aos gestores uma análise rápida e precisa e às equipes do projeto uma visão transparente do que está acontecendo, além de promover uma experiência mais real de autogestão, que favorece muito a cultura organizacional e alavanca o desempenho dos times. 

Como anda a condução dos projetos da sua empresa? 

Diante de todo esse cenário, vale uma reflexão sobre como os projetos da sua área e dos seus times têm sido conduzidos. Seja trabalhando com metodologia cascata ou ágil, presencial ou remotamente, manter tudo sob controle sem precisar micro gerenciar pessoas é um dos melhores caminhos. 

seus-projetos-ageis-estao-em-dia-sysmap-remotfy-arte3Ativo 30@2x

E você, tem conseguido garantir que as entregas de projetos sejam feitas dentro do prazo? Tem recebido os indicadores de performance com qualidade? 

Se sua resposta for mais ou menos ou não, talvez seja a hora de investir em uma ferramenta que o permita ter uma visão integrada dos projetos e equipes, oferecendo uma gestão transparente para a companhia e informações estratégicas acessíveis em tempo real, disponíveis para gestores e colaboradores. 

Compartilhe este conteúdo!

Deixe uma resposta

Sua opinião é muito importante para nós

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Consulte nossa política